Sites Grátis no Comunidades.net Wordpress, Prestashop, Joomla e Drupal Grátis
ENQUETE
DILMA CONSEGUIRÁ TERMINAR O SEU MANDATO?
SIM
NÃO
Ver Resultados

 

 

JORNAIS DE HOJE


CADERNO 1



globoteste1 

 

EDITORIAL

 

 dilma9      A vaca tá louca

 

“Nem que a vaca tussa”, expressão usada por Dilma há pouco tempo para mostrar uma de suas indignações acerca de consequências de mais de uma de suas cagadas na cara do país, já não vale mais. A vaca já tossiu há muito tempo e até se engasgou. A vaca agora está é louca. Quanta incompetência, cinismo, despreparo e facadas nas costas dos brasileiros. Dificuldades para dar entrada no seguro-desemprego, mudanças na aposentadoria, décimo terceiro de aposentados e pensionistas que não saiu como os beneficiários já estão acostumados a receber, preços disparados nos super mercados, remédios com preços extorsivos, contas de luz que são um assalto e agora a recriação da CPMF. E agora já se fala também em cobrar por procedimentos do SUS.  A vaca ficou louca e corre mugindo desvairadamente pelo pátio enlameado de corrupção e roubalheira de nossos políticos bandidos. O sangue dos brasileiros escorre junto com nosso suor de tanto trabalhar e se virar para não morrermos de fome e desencanto. A vaca ainda muge, pobre coitada, mas até quando?

   


   

crian8d            


CRÔNICA DE VIDA E MORTE

 

aylan2 

QUANDO A HUMANIDADE APODRECE

 

O drama dos refugiados que nesta semana teve a repercussão que sempre mereceu, veio mostrar ao mundo o quanto o ser humano está putrefato, o quanto a vida humana desvalorizou-se, o quanto somos egoístas e indiferentes a dor alheia. A imagem do  corpo do menino Aylan sendo banhado pelas ondas da praia turca onde sua aventura de encontrar o éden terminou, foi uma porrada sem dimensão na cara de todos nós. Aylan não foi o primeiro e está  muito longe de ser o último a perder a vida na luta agonizante de fugir dos algozes da guerra e sair a procura da paz. A imagem correu o  mundo e vendeu muitos jornais e revistas e levou os noticiários televisivos a picos de audiência. Até aí, tudo bem, serviu para despertar o interesse por mais esse holocausto e fazer os chefes das nações, onde esses pobres seres almejam chegar, a baterem cabeças procurando uma saída para, segundo eles, este problemão. Vamos deixar de olhar somente para nossos umbigos, vamos levantar a bunda das poltronas e vamos gritar e exigir piedade para com esta gente, que não tem culpa de serem tão castigados e abandonados por quem pode e deve socorrê-los. Vamos dar um basta a essa crueldade e essa bestialidade com seres humanos feitos de carne, osso e sangue igual ao nosso, igual a cada um de vocês que agora leem essas linhas, que na verdade sinto que estão banhadas pelo sangue de Aylan.

 

 


         

ebola3a

 

COISAS DO PLANALTO

 

alevy2    

  

LEVY PARA QUEM  MERECE

 

Que o governo perdeu as estribeiras e totalmente o controle da nação não é nenhuma novidade. Que o brasileiro perdeu e muito com esse governo que está aí, também não é novidade. Que a situação do país tende a piorar, também não é nenhum fato novo. Mas pra que termos que engolir um ministro arrogante e incompetente como esse que a nossa “querida e amada” presidente enviou pelas nossas goelas abaixo, ninguém merece. O homem só veio para atochar, só veio para botar naquele orifício do brasileiro em que Lula e Dilma já vem botando há muito tempo. O homem só sabe aumentar impostos que já são extorsivos, responde aos jornalistas com um cinismo sem dó. Quanta hipocrisia! Mas como há aquele velho ditado que as vezes “o feitiço vira contra o feiticeiro” já estamos começando a ver as fezes voltando para aquele tal orifício que falei acima que Lula e Dilma vem botando em nós há muito tempo. O homem não está conseguindo resolver nada, aliás ele não veio bem para resolver, o homem está ficando desacreditado pela sua própria criadora, o homem vem balançando cada dia mais. Há muitas peças por cair neste confuso tabuleiro, é tudo uma questão de tempo, mas chegará o tão esperado dia que a nação gritará feliz e vitoriosa: “xeque-mate”, e adeus ao rei e a dama deste maldito tabuleiro.